Up — Altas Aventuras (Up, 2009)

O prólogo de Up — Altas Aventuras, em que conhecemos Carl e Ellie, duas crianças fascinadas por um explorador da natureza e que, com o passar dos anos, se casam, descobrem que não podem ter filhos, envelhecem e, ao final, se despedem, é feito sem uma linha de diálogo. Ele comprova a capacidade da Pixar em criar cinema da mais alta categoria, aquela em que a imagem se sustenta sozinha, e como o estúdio consegue dar alma a seres animados que extrapolam a expressão artística de atores renomados.

E, durante todo o filme, Up surpreende por essa alma. Dirigido pelo Pete Docter de Monstros S.A., o filme mais físico da Pixar, Up junta aquela comédia exclusivamente cartunesca do já clássico filme de 2001 com a emoção dramática oriunda de seus filmes de gênero mais sensacionais, Os IncríveisRatatouilleWALL-E e o vindouro Toy Story 3. Se não é uma realização tão perfeita quanto este último, Up se comprova como um dos melhores filmes de animação do cinema recente ao conseguir colocar em filme, ainda mais animado, a alma de seus personagens.

Quem diria que um grupo formado por um velho rabugento de 78 anos, um atrapalhado escoteiro de 8 (com um problema familiar sério que é tratado no filme com uma sutileza ímpar), um cão com uma coleira que traduz o que ele fala (e que rende as sequências mais geniais do filme), e uma ave rara que precisa levar comida aos filhotes poderia resultar em uma obra do cinema que remete aos clássicos filmes de aventura da década de 50, com todo aquele universo lúdico e deliciosamente improvável, em que a Pixar dá mais uma de suas lições de como se faz um bom cinema?

  • Prós: tudo. Up — Altas Aventuras é mais uma prova de que a Pixar, mesmo com seus tropeços recentes, é o maior celeiro de ideias do cinema ocidental.
  • Contras: nenhum.
  • Veredicto: independentemente de te fazer chorar ou não, Up te faz primeiro apreciar. Uma obra que reúne tudo aquilo que o cinema já fez de bom em uma viagem que te faz sorrir durante todo o percurso não é pra qualquer um. Uma obra sensacional.

Up — Altas Aventuras (Up, 2009). Estados Unidos. Escrito e dirigido por Pete Docter, Bob Peterson; editado por Kevin Nolting; trilha-sonora composta por Michael Giacchino; com as vozes de Christopher Plummer, John Ratzenberger, Delroy Lindo, Edward Asner, Paul Eiding, Jordan Nagai.

Anúncios

Autor: Arthur

Eu faço sites e vejo filmes.

Uma consideração sobre “Up — Altas Aventuras (Up, 2009)”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.