Esse filme faz parte da cobertura do Festival Internacional Dialogue of Cultures.

Corvo é a menor ilha do arquipélago dos Açores. Ela possui pouco mais de dezessete quilômetros quadrados e é habitada por 450 pessoas. Um editor de som e um operador de câmera vão a Corvo simplesmente para filmar essas pessoas, que vivem em uma imensa rocha vulcânica que recebe um avião três vezes por semana.

Gonçalo Tocha filma Corvo, o palco de É na terra não é na lua, como um microcosmo. É uma sociedade que independe de qualquer coisa. Só existe pra si mesma e, quando sumir, ninguém dará falta. Ele está tão apaixonado por Corvo que narra com precisão as dimensões da ilha e seus dados demográficos. Claro, ele quer retribuir o carinho que recebe lá, carinho que ele registra em película.

É na terra não é na lua não é tão ensaístico quanto Elena, documentário que não me apeteceu, mas ainda assim possui várias experimentações. Retratando o cotidiano das histórias de Corvo, Gonçalo ao mesmo tempo enriquece a imaginação do espectador: quantas histórias escondem-se naquela ilha de vida absolutamente simples (há uma coisa de cada lá, e todos são quase uma imensa família). É o oposto do filme anterior do festiva, Um mundo que não é seu. O povo de Corvo sabe bem quem é, e não busca exibir isso ao mundo. Eles querem continuar exatamente onde estão: flutuando ao mar em seu pequeno paraíso, um tanto mórbido, mas paraíso acima de tudo. Corvo é apaixonante e intrigante, e seus habitantes a amam tanto que tornam É na terra não é na lua, um filme um tanto egocêntrico, em um ensaio respeitoso com aqueles que o abraçaram.

  • Prós: os retratados.
  • Contras: o retratante.
  • Veredicto: É na terra não é na lua cai na armadilha de Elena em confundir o retratante com o retratado. É um filme sobre algo em uma perspectiva, mas Tocha não consegue não se infiltrar, não diminuir seu ego. É uma pena, ele atrapalha sua obra.

É na terra não é na lua (2011). Realizado por Gustavo Tocha.

Publicado por Arthur

Eu faço sites e vejo filmes.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.