Eu gosto de bobagens. Guerra Mundial ZO Cavaleiro Solitário, os Piratas do Caribe… todos uma bobagem. Mas são bobagens boas, elas divertem mesmo. O problema é quando a bobagem é chata e mal cuidada, tipo esse Percy Jackson e o Mar de Monstros.

Esse segundo filme de uma série baseada em livros é proveniente das séries-de-filmes-baseados-em-livros-de-sucesso que começaram com Harry Potter. Porém, se o livro da inglesa J.K. Rowling eram sucessos estrondosos antes dos cinemas, Percy Jackson, assim como seu irmão Jogos Vorazes, é daquelas tentativas de vitalização. Uma pena que essa aqui seja muito ruim.

Não é só apontar questões técnicas. Os efeitos, a fotografia, a trilha-sonora, a atuação e a direção são notavelmente defeituosos. Mas o problema maior de Percy Jackson e o Mar de Monstros, assim como a maioria dessa leva de filmes de fantasia pro público jovem, é o vazio incrivelmente preocupante do argumento. É verdade, são filmes para entreter acima de tudo, mas não por isso que nem mesmo a história funcione. O Percy Jackson é aquele heroizinho afetado que precisa se envolver na aventura do episódio pra que outra aventura dentro dessa aventura tenha razão para existir. Eu não discordo da opinião de que filmes precisam divertir também. Mas esse aqui nem isso faz.

  • Prós: aquela amiga loirinha do Percy Jackson: uma delícia.
  • Contras: muita coisa.
  • Veredicto: o que mais me preocupou nesse filme é o número de mortes levadas na brincadeira. Uns 15 morrem e desmorrem, ou desaparecem porque morreram e a gente não percebeu. Acho que é um exemplo dos problemas argumentativos de Percy Jackson e o Mar de Monstros: quando nem mesmo a história se preocupa com seus personagens, porque o espectador precisaria?

Percy Jackson e o Mar de Monstros (Percy Jackson: Sea of Monsters, 2013). Estados Unidos. Dirigido por Thor Freudenthal; escrito por Scott Alexander, Larry Karaszewski, Marc Guggenheim; editado por Mark Goldblatt; fotografado por Shelly Johnson; trilha-sonora composta por Andrew Lockington; com Logan Lerman, Alexandra Daddario, Brandon T. Jackson, Jake Abel, Douglas Smith, Leven Rambin, Stanley Tucci, Nathan Fillion.

Publicado por Arthur

Eu faço sites e vejo filmes.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.