Um Alguém Apaixonado (Like Someone In Love, 2012)

O rosto de Akiko é a tela de projeção do diretor iraniano Abbas Kiarostami em Um Alguém Apaixonado. É sobre o rosto dela que vemos as metamorfoses desse novo filme do diretor, um mágico como nenhum outro.

Enquanto o filme anterior de Kiarostami, Cópia Fiel, brinca com tempos, Um Alguém Apaixonado brinca com espaços. Temos o bar do início do filme, o táxi, o apartamento do Watanabe, o carro do Watanabe, a janela da vizinha fofoqueira… Kiarostami desenha suas longas cenas nessas redomas de existência humana. Enquanto havia momentos distintos na velha Europa de Cópia Fiel, existe uma caótica existência aqui que perdura por todos esses ambientes. No bar, as pessoas andam pelas mesas conversando sobre diferentes assuntos. No apartamento, temos o toque do telefone, o bip do microondas, os gritos por fora da janela…

É um paralelo interessante que na Tóquio de Um Alguém Apaixonado, muito como fez Sofia Coppola em seu Encontros e Desencontros, existe uma universalidade angustiante. É uma convergência de línguas, culturas e interesses pelos quais passa o taxi de Akiko no início do filme, enquanto os reflexos do vidro iluminam seu rosto, que se transfere para todos os ambientes. Afinal de contas, Akiko, como uma digna garota de programa, precisa transitar pela própria existência. Ela é o nosso contemporâneo, em que estamos quase que onipresentes em tudo, e todos também.

  • Prós: em um filme menor que Cópia Fiel, Kiarostami ainda assim usa seu jogo de imagens, de sons e de iluminações para propor uma excelente discussão sobre relacionamentos e contemporaneidades;
  • Contras: depois de assistir Cópia Fiel, eu senti uma insensata necessidade de encontrar o “ponto da virada” de Um Alguém Apaixonado.
  • Veredicto: um filme singelo e sincero, Um Alguém Apaixonado é um excelente drama da tragédia contemporânea. Watanabe precisa tirar os seus telefones da tomada para que Akiko seja só dela mesma naquela noite, por exemplo.

Um Alguém Apaixonado (Like Someone In Love, 2012). França, Japão. Escrito e dirigido por Abbas Kiarostami; fotografado por Katsumi Yanagijima; editado por Bahman Kiarostami; com  Rin Takanashi, Tadashi Okuno, Ryo Kase, Denden, Mihoko Suzuki, Reiko Mori, Kaneko Kubota.

Anúncios

Autor: Arthur

Eu faço sites e vejo filmes.

Uma consideração sobre “Um Alguém Apaixonado (Like Someone In Love, 2012)”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.