Truque de Mestre (Now You See Me, 2013)

Para todos os efeitos, Truque de Mestre tinha tudo para sair perfeito. Ele une dois vértices do cinema de gênero funcional — o de assalto e o de mágico —, o que pode resultar em uma estrutura ideal pra esse tipo de linearidade (ocorre o crime, ocorre a investigação, e depois ocorre a quebra do segredo — algo válido tanto pro assalto quanto pro truque).

O problema de Truque de Mestre é que ele tenta miseravelmente unir essas duas pontas em meio a reviravoltas totalmente desnecessárias do roteiro. E o pior: é um filme de assalto (e de mágico) que não opta pela funcionalidade, pelo truque mecânico. É um uso grotesco e exagerado da computação gráfica, que acaba destruindo a graça de tentar desvendar a ilusão.

Louis Laterrier, o diretor, até tenta tornar toda essa baboseira de roteiro em algo estruturado. Mas Truque de Mestre, que possui um elenco bastante esforçado recitando diálogos terríveis, não tem salvação: depois de determinada altura da projeção, os truques se sobrepõe um por cima do outro numa necessidade de revirar o jogo que ele começa a andar em círculos, entra em baboseiras de sociedades secretas e sai dali fraco. Fraquíssimo. O que não pode acontecer nunca num filme que propõe o ritmo de um assalto.

Prós: as atuações, na sua maioria, são bem esforçadas;
Contras: a grande baboseira do roteiro e os maneirismos de câmera inquieta do Laterrier;
Veredicto: Truque de Mestre é um filme ruim. E muito. Seus motivos são claros: ele não consegue atender às suas próprias exigências, e cai naquele limbo de boas ideias que se perdem em grandeza bobona. Sabe A Origem? Tipo.

Truque de Mestre (Now You See Me, 2013). Estados Unidos. Dirigido por Louis Laterrier; escrito por Ed Solomon, Boaz Yakin, Edward Ricourt; fotografado por Mitchell Amundsen, Larry Fong; editado por Robert Leighton, Vincent Tabaillon; trilha-sonora composta por Brian Tyler; com Jesse Eisenberg, Mark Ruffalo, Woody Harrelson, Isla Fisher, Dave Franco, Mélanie Laurent, Morgan Freeman, Michael Caine

Anúncios

Autor: Arthur

Eu faço sites e vejo filmes.

Uma consideração sobre “Truque de Mestre (Now You See Me, 2013)”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.