Antes do Pôr-do-Sol (Before Sunset, 2004)

Cena de Antes do Pôr-do-Sol (Before Sunset, 2004)

Eu tenho a impressão de que Antes do Pôr-do-Sol absorve todos os fundamentos básicos do cinema e apropria-se de todas as suas qualidades para criar um pequeno conto. Um fabuloso, e ao mesmo tempo realista, conto sobre vida, amor e tempo.

Exatos nove anos depois do lançamento de Antes do AmanhecerAntes do Pôr-do-Sol conta o reencontro de Jesse e Celine, dessa vez nas ruas de Paris. Diferente do filme anterior, porém, eles não têm mais uma noite para passar juntos. Em um pouco mais de uma hora o casal precisará se conhecer novamente, se tornar íntimo novamente, e desenterrar o seu amor. Parece simples, ou simplório, mas a forma como todos os sentimentos são reconectados é rico, cheio de vida e vigor.

O que torna Antes do Pôr-do-Sol melhor que o filme original é justamente esse intervalo. Em nove anos, não só as noções cinematográficas do diretor Richard Linklater ou as atuações de Julie Delpy e Ethan Hawke são superiores. Mas há um tom no ar do filme, de tempo passado e gasto, de nostalgia e de saudade, que torna a caminhada dos dois pelas ruas de Paris em algo superior. Algo que o cinema raramente consegue entregar em plena forma.

Essa sensação de plenitude, de percepção máxima da vida, do tempo e da alma, é algo que Antes do Pôr-do-Sol conseguiu me passar com uma facilidade tremenda. É no olhar de Jesse, no diálogo de Celine, no jeito como os dois se sentem envergonhados mas ao mesmo tempo revigorados. O cinema, ao captar um momento específico na vida desses dois eternos amantes, conseguiu captar todo o furor de uma vida, todo o lampejo de sensações armazenadas e adormecidas, e toda a percepção de que o tempo, a força cruel e poderosa, está passando.

E ele ainda acaba com Just In Time

  • Prós: é o retorno de dois personagens fantásticos em um filme fantástico que proporciona uma experiência não menos que maravilhosa. Eu poderia ver eles conversando por horas e horas; a linda Celine dança Nina Simone em um dos melhores finais do cinema.
  • Contras: absolutamente nenhum.
  • Veredicto: rever Jesse e Celine em um momento tão casual e tão inusitado, tão real e tão fabuloso, é como rever um velho amigo depois de muito e muito tempo. Nós ainda os conhecemos, mas nem eles nem nós somos os mesmos. É um furor de vida e de tempo que dá a Antes do Pôr-do-Sol a certeza de que esse é um dos meus filmes favoritos.

Antes do Pôr-do-Sol (Before Sunset, 2004). Estados Unidos, França. Dirigido por Richard Linklater; escrito por Richard Linklater, Julie Delpy, Ethan Hawke, Kim Krizan; fotografado por Lee Daniel; editado por Sandra Adair; com Julie Delpy, Ethan Hawke.

Anúncios

Autor: Arthur

Eu faço sites e vejo filmes.

6 comentários em “Antes do Pôr-do-Sol (Before Sunset, 2004)”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.